ANUNCIE@PELEIAFC.COM
CONTATO@PELEIAFC.COM
Por 10.08.2017
Anuncie Aqui!

São José: Na decisão, toda informação vale ouro

É durante a noite, cedo da manhã, no vestiário para os jogadores ou na salinha da comissão técnica. A cabeça do técnico China Balbino está transformada em um verdadeiro bando de dados desde que soube que enfrentaria o Atlético Acreano pelas quartas de final do Brasileiro Série D. São das informações sobre as características do rival, e da análise das possibilidades de ter alguma vantagem em campo que boa parte dos treinamentos diários são definidos. Mas tem também aquela boa colaboração de quem já esteve no cenário da decisão do próximo domingo. No grupo de jogadores do Zeca, pelo menos dois jogadores já conhecem o Estádio Florestão, em Rio Branco, no Acre.

"Lá a pressão da torcida existe, mas não é nada fora do comum, ou muito diferente do que já encaramos nos jogos do Gauchão. Já estamos bem habituados", diz o lateral-esquerdo Dudu Mandai, que em 2015 atuou pelo Rio Branco, o rival do Atlético, ainda como atacante.

Quando perguntado sobre alguma possível dificuldade com o clima no Norte do país, Dudu se apressa em responder.
"É diferente daqui, sim. Mas nada absurdo, nada que assuste. E, afinal, nós estamos focados para conseguir fazer história, estamos muito motivados para isso. Então temos que passar por cima do que for", diz o campeão de assistências do Zeca.
Justamente para fazer uma boa adaptação ao clima e à cidade da decisão, a delegação chega dois dias antes da partida em Rio Branco.

"Nosso time tem muita qualidade, e o campo lá favorece isso. É um bom gramado e o campo tem boa dimensão. Vamos para lá jogar o nosso jogo. Aqui fomos bem, mas a bola não entrou. Agora é o momento de decidir e o esforço para isso será redobrado", avalia o volante Fidélis, que em 2013 treinou no Florestão. Ele jogava pelo Baraúnas e enfrentou o Rio Branco naquele ano.

É claro que a comissão técnica, no seu banco de dados para a partida que definirá a classificação à Série C de 2018, reúne as informações necessárias sobre o clima e o ambiente do jogo. Mas essa não é a principal preocupação de China Balbino.

"O mais importante é que o time tem treinado muito bem. Os jogadores estão mostrando um empenho fantástico, todos muito focados no nosso objetivo, com seriedade. A atitude dos jogadores está excelente", avalia o comandante.

Na manhã desta quinta-feira o Zeca faz o último treino em solo gaúcho, no CT Hélio Dourado, em Eldorado do Sul. À noite, os jogadores concentram e partem do hotel ainda no final da madrugada de sexta. Às 6h inicia a jornada para a capital do Acre. A previsão de chegada é ao meio-dia no horário local (14h em Porto Alegre) e, à tarde, já está previsto um treino no centro de treinamento que é vizinho ao campo de jogo de domingo. 

Foto: Divulgação/São/José

Fonte: Site/São José

VOLTAR PARA O BLOG