ANUNCIE@PELEIAFC.COM
CONTATO@PELEIAFC.COM
Por 11.07.2018
Anuncie Aqui!

Gilmar Dal Pozzo projeta duelo contra o Juventude

Apresentado há vinte dias no Brasil, o técnico Gilmar Dal Pozzo trabalha incansavelmente para reencontrar o caminho das vitórias do Xavante no Campeonato Brasileiro – Série B. E o próximo desafio será um clássico do interior do Rio Grande do Sul, diante de seu ex-clube, o Juventude, na sexta-feira (13), às 18h, no Bento Freitas. Na competição de 2017, então comandando o elenco alviverde, o treinador atingiu os objetivos traçados pela diretoria, que era permanecer na Série B, com um orçamento reduzido, depois de salvar o time do rebaixamento no Estadual. Agora, tem a mesma meta no Rubro-Negro. 

“É um clássico e para mim um reinício aqui no Brasil, onde estou trabalhando muito para encontrar de novo nosso caminho das vitórias. Esse é o maior desafio da minha carreira nesse momento, pelas circunstâncias apresentadas e toda a importância de um confronto regional, onde precisamos tirar o Brasil dessa situação. Minha expectativa para o jogo é que além do resultado, venha uma evolução nas questões técnicas e táticas, na organização da equipe também, porque são duas semanas de treinamentos intensos em busca disto”, afirma Dal Pozzo.

Apesar da adversidade atual na tabela de classificação, Gilmar Dal Pozzo que fará seu terceiro jogo apenas nesta temporada, entende que o fator local e o apoio do torcedor possam ser preponderantes para a recuperação do Brasil. A soma de um futebol bem jogado com o incentivo das arquibancadas, historicamente levou o Clube às grandes conquistas e não deve ser diferente agora. 

“O Bento Freitas é a nossa casa e precisamos tirar proveito disto, com o apoio do nosso torcedor. Sabemos que existe desconfiança por conta da arrancada na competição, mas precisamos olhar para frente e acreditar durante toda a partida. Em casa temos que propor o jogo de forma equilibrada, dentro de campo precisamos ter lucidez para rodar a bola e jogar o futebol que estamos buscando nos treinamentos. Detectamos os erros nas conversas do dia a dia, corrigimos ao longo desse período de treinos, para poder ter o equilíbrio em campo e conseguir o resultado que ainda não tivemos”, finalizou.

Foto: Jonathan Silva/GE Brasil

VOLTAR PARA O BLOG