Peleia FC
ANUNCIE@PELEIAFC.COM
CONTATO@PELEIAFC.COM
Por 09.08.2018
Anuncie Aqui!

Série B: Dal Pozzo espera um returno ainda mais equilibrado

O Brasil de Pelotas começa o returno do Campeonato Brasileiro – Série B no próximo sábado (11), diante do São Bento, em Sorocaba. Pela primeira vez fora da zona do rebaixamento desde que pegou o clube nesta situação, o técnico Gilmar Dal Pozzo segue o caminho passo a passo em busca do principal objetivo xavante para a temporada, que é a permanência nesta divisão nacional. O duelo direto na próxima rodada pode marcar também uma situação inédita para os gaúchos: vencer dois jogos seguidos.

“Nosso pensamento permanece o mesmo, ou seja, jogo a jogo. O foco agora é somente o São Bento. Uma hora essa sequência vem e será muito importante. Estamos conseguindo ter tempo para trabalhar, ajustar peças, fazer com o que o grupo de jogadores entenda cada vez mais o queremos. Já temos um sistema definido com variação bem compreendida por parte dos atletas. Depois de quase 50 dias que estou aqui, onde tive um grande desafio, com um grupo sem confiança, com autoestima baixa, sem competir, com dificuldade de propor o jogo, mentalmente abalada pela situação e tivemos a possibilidade de virar o turno fora da situação que incomoda a todos. Hoje nossa equipe está fisicamente forte, tecnicamente e emocionalmente também. Uma prova disso é que nas últimas três partidas tiveram três jogadores expulsos do adversário, isso porque estamos chegando antes na jogada e aí vai os parabéns para toda minha equipe de trabalho. Temos esse cuidado de trabalharmos de forma intensa, mas diminuindo o volume para obter o resultado em campo”, afirmou Dal Pozzo.

Experiente na Série B, Gilmar Dal Pozzo tem 110 jogos nesta competição. Atualmente o GE Brasil tem aproveitamento de 36,8% na edição 2018. Mas desde que chegou, o treinador e sua equipe somam quase 50%, contabilizando a partir do jogo diante do Criciúma, em que teve participação importante junto a Gustavo Papa e o elenco. Neste duelo contra o rebaixamento, os índices atestam a capacidade para confiar.

“A realidade é uma só: manter o Brasil na Série B. Para isso o trabalho está sendo feito e não adianta criar falsas expectativas. Serão jogos intensos, disputados, competitivos até o final. A competição está cada vez mais equilibrada. O jogo de sábado, por ser direto, por exemplo, uma vitória e passamos o próprio adversário pelos critérios. Sabemos que só dependemos do nosso trabalho, da nossa capacidade, da nossa força em campo. O grupo está consciente do que vamos enfrentar até a última rodada. Gosto de me valer dos números também, porque demonstra uma regularidade positiva, mas neste momento, o importante é o mais rápido nos afastarmos da parte ruim da classificação”, finalizou o comandante.

Foto anexa: Jonathan Silva/GE Brasil

VOLTAR PARA O BLOG