ANUNCIE@PELEIAFC.COM
CONTATO@PELEIAFC.COM
Divisão de Acesso Por Tiago Nunes 14.09.2016
Anuncie Aqui!

700 mil em dívidas: União deve do verdureiro ao dono de imobiliária, afirma presidente

Um dos novatos do futebol gaúcho do interior do estado já agoniza. Com apenas 6 anos de existência, o União Frederiquense acumula dívidas de clube quase centenário. Nesta semana, a nova diretoria foi definida. Por unanimidade, assumiu o cargo máximo do clube Edison Bisognin Cantarelli, tendo como primeiro-vice-presidente José Dalmiro e Silva Luiz e como segundo-vice-presidente Elton Zanella. Em entrevista reproduzida pelo site da Rádio Comunitária FM, o novo mandatário expôs a situação, que ele classificou como crítica, das finanças da instituição. Hoje, a prioridade do União é pagar os débitos, calculados em 700 mil reais. 

"A situação atual é bastante crítica, não podemos esconder do torcedor. É um valor alto para os padrões do clube. Algo em 700 mil reais. Coloquei para o conselho que não vamos assumir novas dívidas até quitar com os credores atuais. Devemos do verdureiro até o dono de imobiliária. São empresas da região que o União tem o compromisso de pagar. Tem que ser bastante claro que a nossa prioridade pagar dívidas. Vamos utilizar o patrimônio do União, o clube ainda tem 20 terremos. Somente depois disso vamos pensar em futebol. O futebol profissional tem dado deficit muito grande por ano. Não posso dizer para o torcedor que teremos futebol ano que vem." 

Segundo o presidente, o clube tem contas parceladas a pagar até um ano e meio. O futebol em 2017 ainda é incerto no união. A direção primeiro quer pagar os atrasados para depois pensar em futebol e não é confirmada a presença do União na Divisão de Acesso. 

"As vezes o torcedor tem que entender que é melhor não ter futebol um, dois, três anos para ter um clube de 50 anos. Se continuarmos nessa sequência, o União não vai ser um clube longo", desabafou.

Foto: Divulgação/União

VOLTAR PARA O BLOG